07/07/2008

0

Meus Poemas-07.



Meus Poemas-07.
0

REALIDADE.

Eu me rendo a ti Jesus,
Meu viver é sempre Teu,
A Tua Palavra é a minha luz,
O meu caminho para o céu.

Enquanto eu aqui caminhar,
Sempre vou encontrar tribulações,
Levantam-se como ondas do mar,
Sem eu compreender as razões.

A Tua Palavra em minha vida,
Se por mim, a cada dia vivida,
Trás-me verdadeira salvação.

E firmado nesta verdade,
Torna-se para mim realidade,
Se fizer dela minha confissão.
Por: António Jesus Batalha.

0

DIGO.

Tu ainda és o fogo que acendes
em mim a verdadeira chama.
E despertas a ave que magoada,
deu queda da árvore de seu ninho.
As palavras que nada trazem
e que o vento arrasta,
não se comparam à quietude
da sombra e do sossego do ninho.
Revoltei-me, e me detive,
no conhecimento do Teu saber
então foste Tu,que na Tua graça,
me trouxeste de novo aos prados
do Teu Caminho.
Por: António Jesus Batalha.

0

A PALAVRA.

A Palavra que para nós enviada,
Palavra falada com boa voz,
Palavra que ao céu elevada,
Palavra que volta para nós.

Palavra firme em nós vincada,
Palavra que corre como ribeiro,
Palavra de Verdade assim falada,
Palavra que satisfaz por inteiro.

Palavra mais linda que uma flor,
Palavra mais forte que um tufão,
Palavra, com Palavras de amor,
Palavras que dão paz ao coração.
Por: António Jesus Batalha.

<A Verdade Em Poesia, António Batalha, Bíblia Sagrada, Ciência, Desporto, Deus,Jesus Cristo,
br />

Sem comentários:

Enviar um comentário


se gostou deixe a sua openião
Obrigado!!!